Aplicação de Contornos na Composição Musical

Abstract

A Teoria dos Contornos surgiu com viés analítico e, como demonstrado por diversos autores, tem potencial prescritivo, aplicado à composição. A enorme flexibilidade dos contornos permite que essa estrutura assuma uma função de conexão entre aspectos musicais, como simplicidade e complexidade, superfície e profundidade, popular e não popular, etc. Esta teoria fornece embasamento para análise e composição, mediante conceitos e ferramentas de medida de identidade e comparação. Contornos podem ser abstraídos de diversos domínios intra- ou extra-musicais, podem ser processados mediante tais conceitos e ferramentas e aplicados à música em um processo circular contínuo. As três etapas de composição com base em contornos propostas no texto---abstração/geração, processamento e aplicação---sintetizam as possibilidades de aplicações composicionais dos contornos musicais. A enorme flexibilidade de aplicação de contornos na composição sugere o tamanho do campo a se explorar nesta área. Esta teoria carece de uma revisão e normalização dos conceitos desenvolvidos.

Publication
In Perspectivas de interpretação, teoria e composição musical, editado por Heinz Schwebel e José Maurício Brandão. 13-28. EDUFBA, Salvador
Date
Links