Os Documentos do Teatro São João no Arquivo Público do Estado da Bahia: Catalogando e Gerenciando Informações

Abstract

O Teatro São João da cidade de Salvador (BA) funcionou entre 1812 e 1922. Nele circularam, além dos artistas, todos os estratos da sociedade baiana. Recentemente foi encontrada, na seção colonial do Arquivo Público do Estado da Bahia, uma documentação inédita referente ao período de criação e estabelecimento do teatro (1806 a 1821). Este material está distribuído em oito maços de documentos, em diferentes formatos e tamanhos, referentes à construção e ao funcionamento administrativo e artístico do teatro. A grande quantidade de informações contida nos maços é bastante fragmentária, dificultando o estudo sistematizado de tal documentação. O material encontrado fornece informações referentes a artistas e apresentações, apesar de não se tratar de documentação musical (programas de concerto, partitura). Para tanto foi necessário resolver o problema da fragmentação das informações, com a criação de, numa primeira etapa, um sistema de códigos de localização de informações arquivais, e, numa segunda etapa, um sistema informatizado de disponibilização de informações. A partir do conteúdo dos maços encontrados, desenvolvemos uma classificação própria que leva em conta o sistema de organização utilizado pelo Arquivo Público do Estado da Bahia, além de permitir a inclusão de novos documentos, originários de outros arquivos ou instituições. Após esta etapa, iniciamos desenvolvimento do sistema que, em uma primeira versão, contempla apenas informações relativas a artistas. Para seu desenvolvimento levamos em conta as necessidades de consulta do material e a futura conexão com outras bases de dados construídas em pesquisas na área de Musicologia na Bahia, como a desenvolvida por Pablo Sotuyo Blanco, sobre o Patrimônio Musical na Bahia e a coordenada por Manuel Veiga, sobre Impressão Musical na Bahia. Além de apresentar soluções aos problemas inerentes ao gerenciamento das informações encontradas, o presente projeto de pesquisa fornece subsídios para uma abordagem sociológica do Teatro São João. Adotando o conceito de figuração, desenvolvido por Norbert Elias, todas as pessoas envolvidas com o teatro passam a constituir uma formação social em que os indivíduos estão ligados entre si por meio de dependências recíprocas, tendo, neste caso, o teatro como centro. Tal abordagem transcende as fronteiras tradicionais da Musicologia Histórica, porém, faz-se necessária para uma melhor compreensão da Música e dos músicos durante este período da vida cultural brasileira.

Publication
In Anais do VI Encontro de Musicologia Histórica, 432-441. Juiz de Fora, MG
Date
Tags